Medicamentos: Bula Polisocel

Laboratório: Halex Istar Indústria Farmacêutica Ltda

O que é Polisocel

Este medicamento é destinado ao tratamento de insuficiência circulatória devido a uma diminuição do volume de plasma/sangue como em hemorragias, nos estados de choque hipovolêmico (diminuição do volume sanguíneo), perda de sangue e plasma, por exemplo, em traumatismos, queimaduras, autotransfusão de sangue ou plasma no pré-operatório.

Como tomar Polisocel

Via de administração: Intravenosa e individualizada. Uso adulto. A dose e a velocidade de administração variam de acordo com o caso clínico e depende dos parâmetros circulatórios. O grau do efeito obtido e sua duração dependerão do volume infundido, da velocidade da infusão e do déficit da volemia. Para adultos recomendam-se as seguintes doses: Profilaxia do choque: 500 a 1500 mL. Choque hipovolêmico: máximo de 2000 mL. Emergências: deve ser administrado o volume necessário. O volume infundido pode aumentar sempre que os elementos essenciais do sangue se mantenham no limite crítico de diluição e não deve chegar a hipervolemia (alto volume sanguíneo) e hiperhidratação. No caso de crianças, lactantes e idosos deve-se levar em consideração que as reservas protéicas não são suficientes, por isso, o Polisocel deve ser usado somente após uma avaliação cuidadosa da relação risco/benefício. A velocidade de infusão deverá ser ajustada de acordo com o monitoramento da pressão arterial. Em emergências pode-se administrar 500 mL em 5 a 15 minutos. Duração do tratamento a critério médico. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. 7. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR? Na avaliação da freqüência das reações deve-se tomar por base os seguintes parâmetros: Freqüência das Reações Adversas > 1/10 (> 10%) > 1/100 e <1/10 (> 1% e <10%) > 1/1.000 e < 1/100 (> 0,1% e < 1%) > 1/10.000 e < 1.000 (> 0,01% e < 0,1%) < 1/10.000 (< 0,01%) Parâmetros Muito comum Comum (freqüente) Incomum (infreqüente) Rara Muito rara Reação muito comum (> 1/10): Durante ou após a administração do produto podem ocorrer reações cutâneas transitórias (urticária), hipotensão (diminuição da pressão arterial), taquicardia (batimento cardíaco acelerado), bradicardia (batimento cardíaco lento), náuseas e vômitos, aumento de temperatura e/ou calafrios. Reação rara (> 1/10.000 e < 1.000): Em casos raros têm sido observado reações severas de hipersensibilidade que podem chegar ao choque. Nestes casos, o tratamento dependerá do tipo e da severidade do efeito colateral. No caso de reações anafiláticas deve-se interromper imediatamente a administração e instituir terapia adequada de
Recomienda
Você tem dúvidas sobre saúde?

200 / 200

O número mínimo de caracteres para publicar são 15

Lembre-se
  • Seja breve e claro
  • Sua pergunta será anônima.
  • Em caso de urgência entre em contato diretamente com seu médico.